Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.

Casinos de Buenos Aires querem impedir jogos online

Casinos de Buenos Aires querem impedir jogos online
Esta não é a primeira vez que o caso ganha notoriedade. Anteriormente a proposta já tinha sido rejeitada pelo promotor Miguel Ángel Gilligan.
por Academia   |   comentários 0

O cenário da Argentina segue turbulento em relação aos jogos. Operadores de dois casinos em Buenos Aires recorreram à Justiça Federal para interromper as licenças de jogos online.

De acordo com Manuel Lao, atual proprietário da subsidiária Cirsa, que atualmente gere o Cassino de Puerto Madero na Argentina, em conjunto com Federico de Achával e Ricardo Benidicto - atuais operadores do casino no Hipódromo Argentino de Palermo - entraram com uma ação contra o órgão regulador local LOTBA para impedir os jogos virtuais.

Enrique Lavié Pico, atual juiz federal, anunciou, na semana passada, a aprovação do pedido e deu permissão para que o sistema jurídico continue a estudar o atual caso. O LOTBA tem recebido propostas de diversas operadoras online que visam entrar no mercado de Buenos Aires e isto só pode ser impedido pelo juiz.

Esta não é a primeira vez que o caso ganha notoriedade. Anteriormente a proposta já tinha sido rejeitada pelo promotor Miguel Ángel Gilligan, em conjunto de um juiz que impediu o sistema de iniciar o atual caso. A decisão agora cabe a Lavié Pico, acatar se isto é válido ou não para o cenário do país.

No processo de licitação, foram excluídos os operadores de casinos físicos, já que o regulamento não permite que eles solicitem uma licença, alegando a devida falta de renda dos mesmos, pois os jogos online seriam a maior concorrência para os setores físicos.

A Association of the Personnel of Racetracks, Agencies, Gambling and Related (APHARA) comunicou em abril que a indústria de jogos online arrisca totalmente milhares de empregos físicos. O chefe da associação, Diego Quiroga disse os jogos online representam "sérios riscos ocupacionais".
 

Partilhar "Casinos de Buenos Aires querem impedir jogos online" via:

 

Categorias de Artigos