Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.

Santa Casa vai requerer todas as licenças de jogo online (exceto uma)

Santa Casa vai requerer todas as licenças de jogo online (exceto uma)

Depois da acrescida procura pelos jogos sociais por parte dos portugueses, as apostas online através da Sociedade de Apostas Sociais são o próximo passo.

Apostas hípicas não ficam de fora.

por Academia   |   comentários 0

O número final do investimento, por parte dos portugueses, superou os 2,6 mil milhões de euros. Esse foi o valor apurado pelos Jogos Santa Casa até final de Outubro.

Esta procura contínua pelos jogos tradicionais levou a Sociedade de Apostas Sociais, acompanhada pela União das Misericórdias, Fundação Montepio, Cáritas e Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, dar entrada no mundo online. E não só. Segundo Edmundo Martinho, vice-provedor da Santa Casa, “é um mercado que surgiu a partir do momento em que o governo anterior decidiu abrir o mercado do jogo online aos privados, [deste modo] fazia todo o sentido que a Santa Casa não ficasse fora desse processo.”.

Por enquanto, a solução tecnológica está no centro das atenções por ser o suporte de atividade, já que a sociedade encontra-se constituída e com a respetiva sede definida. Depois do suporte escolhido, é hora de ultimar pormenores do plano de negócio, para seguidamente requererem-se as licenças dos jogos a serem explorados.

O que gostaríamos (…) é que em meados do verão pudéssemos estar online.”, diz Edmundo Martinho, em entrevista ao DN.

As modalidades que servem de apostas rondam essencialmente o futebol e o basquetebol. Quando questionado se a sociedade poderá ter uma oferta diferenciadora, as apostas hípicas não foram descartas pelo vice-provedor da Santa Casa.

Estamos a preparar-nos para ainda este ano podermos arrancar com as apostas hípicas mútuas ao nível territorial.”

No entanto, “é um exclusivo [das apostas hípicas] que ainda não está disponível até porque a legislação é recente, há um conjunto de aspetos que [se tem vindo] a articular com o Ministério da Agricultura, que é quem tem a responsabilidade da definição dos hipódromos.”

Assim, uma vez envolvida, a Santa Casa disponibiliza a possibilidade de apostas em corridas de cavalos, também por se tratar de uma grande tradição portuguesa na criação e desenvolvimento da arte equestre.

Os chamados jogos de fortuna e azar também serão incluídos, apesar do póquer ficar de lado na hora de solicitar as licenças.

Vamos requerer as licenças que a lei permitir [para o jogo online], com exceção do póquer”

 

Fonte: DN

, , , , ,

Partilhar "Santa Casa vai requerer todas as licenças de jogo online (exceto uma)" via: