Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.

Federação de Futebol atenta à viciação de resultados

Federação de Futebol atenta à viciação de resultados

A partir de janeiro de 2017, as competições não profissionais sujeitas a aposta serão supervisionadas pela empresa Sportradar

por Academia   |   comentários 0

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou esta segunda feira a assinatura de uma parceria com a empresa Sportradar, para que esta passe a monitorizar as competições não profissionais de futebol sujeitas a aposta.

O objetivo? Combater a viciação de resultados, através de um sistema de deteção de fraudes utilizados pela Sportradar.

 

"É uma mensagem para todos os que acreditam que podem utilizar as competições da FPF para fazer batota", afirma o presidente Fernando Gomes.

 

Para além desta parceria, exclusiva para Portugal, a FPF entregou na Assembleia da República um projeto-lei que tem como objetivo modificar o quadro penal para os casos de manipulação de resultados no desporto e acrescentar ainda um protocolo com o Sindicato dos Jogadores para investir na prevenção junto de jogadores, treinadores e dirigentes.

 

"É uma ameaça para o desporto em geral e para o futebol em particular. Em maio tive a oportunidade de chamar a atenção para este problema. Tratando-se de um fenómeno à escala mundial, não devemos partir do princípio que Portugal está imune.", acrescenta o presidente federativo.

 

A Sportradar, empresa líder mundial em serviços de integridade aplicados ao desporto, mantém parcerias com diversas organizações internacionais, entre as quais a UEFA, a AFC (Confederação Asiática de Futebol), a 'World Rugby', a ICC (Câmara Internacional de Comércio), a NBA e a NHL (Liga Nacional de Hóquei). 

Partilhar "Federação de Futebol atenta à viciação de resultados" via: